segunda-feira, 19 de abril de 2021

As nações têm o crânio bem ou mal feito segundo as suas instituições*

 Senhores, cortam-se por ano cabeças demais em França. Pois que andais a fazer economias, fazei mais uma com isso.

Pois que estais em veia de supressões, suprimi o carrasco. Com o soldo dos vossos oitenta carrascos, pagareis seiscentos mestres-escolas.

Pensai no grosso do povo. Escolas para as crianças, oficinas para os homens.

Sabeis que a França é um dos países da Europa onde há menor número de nativos que sabem ler?

O quê? a Suíça sabe ler, a Bélgica sabe ler, a Dinamarca sabe ler, a Grécia sabe ler, a Irlanda sabe ler, e a França não sabe ler! É uma vergonha.

Ide às prisões. Chamai para a vossa volta todos os forçados. Examinai um a um todos esses condenados da lei humana. Calculai a inclinação de todos esses perfis, tacteai todos esses crânios. [...]. Ora, dessas cabeças mal formadas, o primeiro defeito está na natureza sem dúvida, o segundo na educação.

A natureza esboçou mal, a educação retocou mal o esboço. Voltai os vossos cuidados para este lado. Uma boa educação ao povo. Desenvolvei quanto puderdes essas infelizes cabeças, a fim de que a inteligência que está dentro possa aumentar.

[...]

Essa cabeça do homem do povo, cultivai-a, arroteai-a, regai-a, fecundai-a, iluminai-a, moralizai-a, utilizai-a; não tereis necessidade de a cortar.

Victor Hugo in Claude Gueux, 1834*



quarta-feira, 14 de abril de 2021

Palomar na sociedade

Acerca do morder a língua

Numa época e num país no qual todos se pelam por proclamar opiniões ou juízos, o senhor Palomar ganhou o hábito de morder a língua três vezes antes de fazer qualquer afirmação. Se, à terceira dentada na língua, ainda está convencido daquilo que estava para dizer, di-lo; se não, fica calado. Com efeito, passa semanas e meses inteiros em silêncio.

[...]

Mais controverso é o juízo que faz sobre o não ter manifestado o seu pensamento. Em tempo de silêncio geral, o conformar-se com o calar da maioria é certamente uma culpa.

[...]

De facto, o silêncio também pode ser considerado um discurso, enquanto recusa do uso que outros fazem da palavra; mas o sentido desse silêncio-discurso está nas suas interrupções, ou seja, naquilo que de vez em quando se diz e que dá sentido àquilo que se cala.

Ou antes: um silêncio pode servir para excluir certas palavras ou então para as manter de reserva, para que possam ser usadas em melhor ocasião.

Italo Calvino in Palomar, 1985


sábado, 3 de abril de 2021

ESCRAVAS

 

Documentário - Carquejeiras: as 'Escravas 'do Porto from Farol de Ideias, LDA. on Vimeo.

Zero

 


“Zero is one of the songs from 'some kind of peace' that I cherish the most, especially due to the fact it serves a very significant purpose on the record as a whole. It represents the lowest point of the album journey, but it’s also the moment when everything starts to turn around — a reminder of the contrasting struggle and hope we all find within ourselves and our relationships.”

Ólafur Arnalds


domingo, 28 de março de 2021

Semana de 4 dias de trabalho

 ...ok...

hoje trabalho 5 dias por semana, 7 horas por dia.

para trabalhar 4 dias por semana, terei que trabalhar 8 horas por dia.

a vantagem segundo os entendidos:

"[...] as pessoas precisam de tempo livre para conseguir fazer escolhas mais sustentáveis. Quando uma pessoa tem pouco tempo para realizar os trajetos entre trabalho e casa ou para qualquer outra atividade, a opção de transporte individual será maioritariamente a opção preferida. Quando uma pessoa tem pouco tempo para cozinhar em casa, vai comer o que for mais barato numa loja de fast-food ou escolher alimentos pré-cozinhados. Outros efeitos benéficos de uma redução do horário de trabalho incluem: o aumento da produtividade; a diminuição de problemas de saúde e baixas médicas (com equivalente redução de custos no Serviço Nacional de Saúde); maior envolvimento em atividades sociais e locais, o que leva a maior coesão social, e práticas de vida mais sustentáveis."

isto parece-me aquela regra, dos países "desenvolvidos", que põe os cidadãos a embebedarem-se ao fim de semana, até ficarem em coma,  porque durante a semana os bares fecham à noite...

ainda se fossem 4 dias, 7 horas por dia, conseguia perceber a "matemática" da coisa...

"a escrita não é mais do que pensar com o alfabeto"

vem este post a propósito do que ali se escreve, para meu deleite, e deste magazine, que na minha opinião peca por ter uma comentadora que se acha com grandes dotes de critica literária...


é do próximo livro a ler:

"Aprender a ler, escrever e contar e também isto: aprender a não cheirar. O lixo sobe, vão sair dali magníficos que impedirão que o mundo vá abaixo, mas tal só acontecerá porque os meninos suportaram o cheiro do que enoja de uma forma estóica: aprendi matemática apesar de cheirar mal pelo mundo inteiro; concentrei-me na exatidão, na lógica, nas vírgulas que arredondam ligeiramente os números. Estar atento às casa decimais apesar de estar rodeado do que é podre. Eis o homem e o seu século, mas isto talvez seja excessivo: nada se define com uma única frase (mas é óbvio isto: quanto mais pequena uma coisa, mais palavras necessita para a descrever. O mundo é uma brincadeira para o vocabulário de uma criança, já uma determinada folha de árvore ou um certo micróbio - eis coisas que exigem o longo discurso do especialista)."

Gonçalo M. Tavares in Matteo perdeu o emprego

sábado, 20 de março de 2021

Lullaby of Birdland**

 quando vi o filme , não me passou pela cabeça pesquisar a personagem .

um destes dias, passeando no youtube, dei de caras com esta entrevista:


e além de descobrir quem foi este músico, que viveu como peixe fora de água , também fiquei a conhecer este interprete ** extraordinário:


há dias que valem mesmo a pena.

"...continuamente vemos novidades, diferentes em tudo da esperança..."**

 vem tudo a propósito desta noticia

em tempos de amargura para o setor da cultura, as plataformas que funcionam são utilizadas para se fazerem ouvir as vozes deste mundo apartado da realidade.


(ver letra no texto do vídeo)

mas as plataformas ainda tem regras de antes desta noite fria.

se não mudarem as regras, servem para quê?

quem ouve ou vê?

neste cantinho do poeta Camões, damos oportunidade a uma coisa que não aquece nem arrefece, como meninos bem comportados... porque, segundo parece, a nossa língua é muito complicada

o mundo deve mesmo **  ser composto de mudança...

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

sábado, 6 de fevereiro de 2021

o que comemos, ou a construção de nós

"Chamaram-lhe voz ouviram-na e é muda."

 as palavras cansam-me

as palavras não mostram o seu conteúdo

as palavras choram constantemente

as palavras estão de luto

as palavras escurecem-nos a vida

as palavras perderam o brilho

as palavras estão a preto e branco

as palavras perderam o seu valor de mercado

as palavras do futuro são esperadas ansiosamente.

sábado, 2 de janeiro de 2021

meninos satisfeitos

 "A forma mais contraditória que pode aparecer na vida humana é a do "menino satisfeito". Por isso, quando se torna figura predominante, é preciso dar o grito de alarme e anunciar que a vida se encontra ameaçada de degeneração; quer dizer, de morte relativa.

[…]

Isto, penso, faz ver com suficiente clareza a anormalidade superlativa que o "menino satisfeito" representa. Porque é um homem que veio à vida para fazer o que lhe dê na gana. Com efeito: é esta a ilusão que o "menino bem" tem. Já sabemos porquê: no âmbito familiar, tudo, até os maiores delitos, podem ficar, em ultima instância, impune. O ambiente familiar é relativamente artificial e tolera no seu seio muitos atos que na sociedade, no ar da rua, trariam automaticamente consequências desastrosas e ineludíveis para o seu autor. Mas o "menino" é aquele que julga poder comportar-se fora de casa como em casa, aquele que julga que nada é fatal, irremediável e irrevogável. Por isso crê que pode fazer o que lhe apetece.*

*O que a casa é face à sociedade, é-o em maior escala a nação face ao conjunto das nações. Uma das manifestações simultaneamente mais claras e volumosas do "meninismo" vigente é, como veremos, a decisão que algumas nações tomaram de "fazer o que lhes apetece" na convivência internacional. A isto chamam ingenuamente "nacionalismos". E eu, que detesto a submissão beata à internacionalidade, por outro lado acho grotesco esse "meninismo" transitório das nações menos maduras."

Ortega y Gasset in A Rebelião das Massas (1930)



sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

"altitude de pretérito amontoado"




  O homem não é nunca um primeiro homem: começa logo a existir sobre certa altitude de pretérito amontoado. É este o tesouro único do homem, o seu privilégio e a sua marca. E a menor riqueza desse tesouro consiste no que dele parecer acertado e digno de ser conservado: o importante é a memória dos erros que nos permite não cometer sempre os mesmos. O verdadeiro tesouro do homem é o tesouro dos seus erros, a longa experiência vital decantada gota a gota durante milénios.

[...] E isto é ser um povo de homens: poder continuar no seu ontem sem deixar por isso de viver para o futuro, poder existir no verdadeiro presente, já que o presente é só a presença do passado e do porvir, o lugar onde o pretérito e futuro efetivamente existem."

Ortega y Gasset in  A Rebelião das Massas (1930)








quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

where is the love?

 What's wrong with the world, mama

People livin' like they ain't got no mamas

I think the whole world's addicted to the drama

Only attracted to things that'll bring you trauma

Overseas, yeah, we try to stop terrorism

But we still got terrorists here livin'

In the USA, the big CIA

The Bloods and The Crips and the KKK

But if you only have love for your own race

Then you only leave space to discriminate

And to discriminate only generates hate

And when you hate then you're bound to get irate, yeah

Madness is what you demonstrate

And that's exactly how anger works and operates

Man, you gotta have love just to set it straight

Take control of your mind and meditate

Let your soul gravitate to the love, y'all, y'all

People killin', people dyin'

Children hurt and you hear them cryin'

Can you practice what you preach?

Or would you turn the other cheek?

Father, Father, Father help us

Send some guidance from above

'Cause people got me, got me questionin'

Where is the love (Love)

It just ain't the same, all ways are changed

New days are strange, is the world insane?

If love and peace is so strong

Why are there pieces of love that don't belong

Nations droppin' bombs

Chemical gasses fillin' lungs of little ones

With the ongoin' sufferin' as the youth die young

So ask yourself is the lovin' really gone

So I can ask myself really what is goin' wrong

In this world that we livin' in people keep on givin' in

Makin' wrong decisions, only visions of them dividends

Not respectin' each other, deny thy brother

A war is goin' on but the reason's undercover

The truth is kept secret, it's swept under the rug

If you never know truth then you never know love

Where's the love, y'all, come on (I don't know)

Where's the truth, y'all, come on (I don't know)

Where's the love, y'all(come on yeah)

People killin', people dyin'

Children hurt and you hear them cryin'

Can you practice what you preach

Or would you turn the other cheek

Father, Father, Father help us

Send us some guidance from above

'Cause people got me, got me questionin'

Where is the love (Love)

I feel the weight of the world on my shoulder

As I'm gettin' older, y'all, people gets colder

Most of us only care about money makin'

Selfishness got us followin' the wrong direction

Wrong information always shown by the media

Negative images, is the main criteria

Infecting the young minds faster than bacteria

Kids wanna act like what they see in the cinemas

Yo', whatever happened to the values of humanity

Whatever happened to the fairness and equality

Instead in spreading love we're spreading animosity

Lack of understanding, leading us away from unity

That's the reason why sometimes I'm feelin' under

That's the reason why sometimes I'm feelin' down

There's no wonder why sometimes I'm feelin' under

Gotta keep my faith alive till love is found (now ask yourself)

Where is the love

Send some guidance from above

'Cause people got me, got me questionin'

Where is the love

Sing with my ya'll

(One world, one world)

We only got

(One world, one world)

That's all we got

(One world, one world)

And somethin's wrong wit it

(Yeah)

Somethin's wrong wit it

(Yeah)

Somethin's wrong with the w-w-world yeah

We only got

(One world, one world)

That's all we got

(One world, one world)