terça-feira, 7 de novembro de 2023

62 rapidamente...

Termas de S. Pedro do Sul

 











... muito rapidamente mesmo...

cada vez menos gente se lembra da gente.

cada vez menos isso importa.

cada vez mais cada dia é cada dia.

a gente continua cá por a gente gosta de estar cá.

estou quentinha no coração.


quinta-feira, 24 de agosto de 2023

o canto e o gelo

 

Sétima Legião, 23-08-2023, Tavira









saber, ainda, todas as letras de cor foi surpresa. 

ou não. 

dizem que, com o andamento da carruagem, lembramos mais o que ficou para lá do infinito. 

também não foi surpresa comprovarem não serem bichos de palco.

pensei que à terceira é que era! mas não.


o que continua bonito de se ver, é a saudade que ficou do Camacho, a sua presença em todo o espetáculo.

o que foi surpresa mas espectável, as dedicatórias a todos os filhos (não nomeados por serem muitos!)

quem diria à 40 anos que ontem seria assim.

longa vida para os Sétima Legião!!

terça-feira, 22 de agosto de 2023

o lápis encontrador de belezas...

 










... alguma razão eu acharia para pensar que quem tem esta personalidade, só pode ser gémea.

lagarto, lagarto eu insinuar que tenho alguma qualidade literária e de pensamento semelhante!

mas saber que alguém trata os livros que lê da mesma forma que eu, sabe tão bem.......

porque o lápis é um encontrador de beleza, porque na beleza está tudo: surpresa, poesia, sentimentos bons, sentimentos ruins, sensações etéreas, voos para além de nós.

...em 2022 pensa assim.

segunda-feira, 7 de agosto de 2023

fogo invisível e perpétuo

 


à muitos anos que se vem falando do fogo e o que fazer para o domesticar.
voltar a trazer o fogo amigo para as nossas vidas, é uma perspetiva interessante.

quarta-feira, 26 de julho de 2023

DPM

 



Me fuiste acostumbrando

A que el café en la mañana siempre supiera amargo

A que los días de lluvia se nos hicieran largos

Tú convertías en negro todo lo que era blanco

 

Me fuiste acostumbrando

A discutir por las tonterías que no importaban

Que aunque tuviera yo la razón, igual te la daba

A que las rosas son solo espinas que se te clavan

 

Y ahora estoy bailando (bailando)

Sonriendo (sonriendo)

Silbando

Nadie me está jodiendo

 

Me aumentaron el sueldo

Canto cuando me baño

No hay otoño ni invierno

Primavera to’ el año

 

Saludo a los vecinos

Ya no hay perros que ladren

Desde que tú te has ido

Me ha ido de puta madre

 

Qué bien me va, me va, me va

Desde que tú te has ido

Qué bien me va, me va, me va

Desde que tú te has ido

 

El teléfono suena y no para

Hoy tengo tantos planes para el fin de semana

Los amigos que se fueron, regresan

Cerrando cada herida, abriendo una cerveza

 

El espejo me dice: ¡Guapa!

Estás en tu mejor etapa

Ay, quiérete, sacúdete

Que lo malo es un TBT

 

Y ahora estoy bailando (bailando)

Ay, sonriendo (sonriendo)

Silbando

Nadie me está jodiendo

 

Me aumentaron el sueldo

Canto cuando me baño

No hay otoño ni invierno

Primavera to’ el año

 

Saludo a los vecinos

Toa’ las puertas se abren

Desde que tú te has ido

Me ha ido de puta madre

 

Qué bien me va, me va, me va

Desde que tú te has ido

Qué bien me va, me va, me va

Desde que tú te has ido

_______________________________________

em castelhano tudo parece mais bonito... 😇😍


sexta-feira, 14 de julho de 2023

10 segundos...







 ...ou a relatividade do tempo.

10 segundos de um beijo apaixonado é pouco.

10 segundos de um gelado saboroso é pouco.

10 segundos de boa música é pouco.

10 segundos de poesia é pouco.

10 SEGUNDOS NOJENTOS SÃO UMA ETERNIDADE 

terça-feira, 16 de maio de 2023

do verdadeiro serviço público

 a visita guiada para o conhecimento com António Correia e Silva.


e, já agora, o que este Historiador tem para mais dizer:


segunda-feira, 1 de maio de 2023

ACORDAI!

 


Lève-toi, foule

Ne regarde pas le monde qui s'écroule

Sans rien faire, en pensant qu'à ta gueule

Sans bouger, sans t'armer de conscience

Ne laisse pas s'installer la violence

Le rejet de l'autre et l'ignorance

Que nos voix ensemble se soulèvent

Et nos mains unies enfin nous relèvent

Enfin nous relèvent, lève-toi, foule

Montre que dans ton sang, ce qui coule

Sont des fleuves de temps, de batailles

De libertés arrachées pour que brillent

Nos visages ensemble, nos pupilles

Nos rêves, nos idées, nos idylles

Les larmes sur nos joues sont du sel

Marchons sous le même soleil

La même nuit, la même lune

Lève-toi, fils

Si ici, nous ne sommes que poussière

Toi et moi, on est enfants d'une seule terre

Fais honneur à tes mères, à tes filles

Fais honneur à tes sœurs, à leurs vies

Elles qui ont pour tous payé le prix

Trop cher du silence et de l'oubli

Ne laisse pas l'histoire nous effacer

L'histoire nous effacer, oh, lève-toi, sœur

Où que tu sois, quelle que soit ta couleur

Ton histoire est immense, et nos choix

Ensemble font la France, et nos voix

Ensemble font le monde, sa grandeur

Fais déferler la fièvre et l'ardeur

Fais se lever la rage et l'amour

Les secrets de ton âme

Au grand jour, au grand jour, au grand jour

في سمايا ثنيا

مليانة وحية

فيها تحيا الروح ونصنع المستحيل

زعما نكون قوية

نحلق بكل حرية

ونقاوم ونسيح ونكبر ونعيش

Lève et accueille

Les lendemains de paix, l'évidence

L'amour plus grand que toutes les croyances

L'amour plus grand que tous les pouvoirs

Nous ne sommes que chair et que sang

Nous ne sommes que bruit, mouvement

Marchons pour faire honneur au passé

Faire s'embraser nos cœurs rassemblés

Lève-toi, foule

Lève-toi, foule

Lève-toi, foule

Lève-toi, lève-toi


segunda-feira, 24 de abril de 2023

...que bem entregue está

 ... a música de intervenção ou a intervenção na música!



"...a inveja que tenho dos que [com mais de 60 anos] puderam estar em 25 de Abril de 1974"
...claro que chorei...






HUMANISTAS

 

terça-feira, 18 de abril de 2023

fazendo "perguntas"


 







Onde estavas

tu quando fiz vinte anos

E tinha uma boca de anjo pálido?

Em que sítio estavas quando o Che foi estampado

Nas camisolas das teen-agers de todos os estados da América?

Em que covil ou gruta esconderam as suas armas

Para com elas fazer posters cinzeiros  e emblemas?

Onde te encontravas quando lançaram mão a isto?

E atrás de quê te ocultavas quando

Mataram Luther King para justificar sei lá que agressões

Ao mesmo tempo que víamos Música no Coração

Mastigando chiclets numa matinée do cinema Condes?

Por onde andavas que não viste os corações brancos

Retalhados na Coreia e no Vietname

Nem ouviste nenhuma das canções de Bob Dylon

Virando também as costas quando arrasaram Wiriammu

E enterraram vivas

Mulheres e crianças em nome

De uma pátria una e indivisível?

Que caminho escolheram os teus passos no momento em que

Foram enforcados os guerrilheiros negros da África do Sul

Ou Allende terminou o seu último discurso?

Ainda estavas presente quando Victor Jara

Pronunciou as últimas palavras?

E nem uma vez por acaso assististe

Às chacinas do Esquadrão da Morte?

Fugiste de Dachau e Estalinegrado?

Não puseste os pés em Auschwitz?

Que diabo andaste a fazer o tempo todo

Que ninguém te encontrou em lugar algum.


Perguntas, Joaquim Pessoa (1948-2023)


não sou nada de fazer estes registos mas o Joaquim Pessoa faz parte da minha educação na poesia.

foram os seus livros, os primeiros a serem comprados com a curta mesada que tinha.

ficas cá dentro para sempre!



segunda-feira, 10 de abril de 2023

temas problemáticos para a sociedade...realy?!?!

...se a sociedade não falar dos temas ficamos todos felizesinhos...?



já nem sei o que pensar de TUDO isto

quarta-feira, 5 de abril de 2023

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2023

domingo, 1 de janeiro de 2023

All for freedom and for pleasure...

 


... em 1985 Ian Stanley, Roland Orzabal e Christopher Hughes mais conhecidos por Tears for Fears, criavam este manifesto.
porque ainda (e cada vez mais forte) é tão atual...?
2023: veremos!


Welcome to your life

There's no turning back

Even while we sleep

We will find you

Acting on your best behaviour

Turn your back on mother nature

Everybody wants to rule the world

It's my own design

It's my own remorse

Help me to decide

Help me make the most

Of freedom and of pleasure

Nothing ever lasts forever

Everybody wants to rule the world

There's a room where the light won't find you

Holding hands while the walls come tumbling down

When they do I'll be right behind you

So glad we've almost made it

So sad they had to fade it

Everybody wants to rule the world

I can't stand this indecision

Married with a lack of vision

Everybody wants to rule the world

Say that you'll never never never never need it

One headline why believe it?

Everybody wants to rule the world

All for freedom and for pleasure

Nothing ever lasts for ever

Everybody wants to rule the world

quarta-feira, 28 de dezembro de 2022

hallelujah!

porque este ano foi muito especial.
fomos conduzidos por Pablo Urbina, um Humanista.
quando tivemos os primeiros contactos achei que o Gustavo Dudamel tinha um irmão caçula que seguia as suas pisadas.
para nunca esquecer.



Igreja de Quarteira, 18-12-2022



 

segunda-feira, 5 de dezembro de 2022

À ceux qui n'en ont pas

 



À ceux qui n'en ont pas

À ceux qui n'en ont pas

Rosa, rosa

Quand on fout le bordel, tu nettoies

Et toi, Albert

Quand on trinque, tu ramasses les verres

Céline, bataire

Toi, tu t'prends des vestes au vestiaire

Arlette, arrête

Toi la fête tu la passes aux toilettes

Et si on célébrait ceux qui ne célèbrent pas

Pour une fois, j'aimerais lever mon verre à ceux qui n'en ont pas

À ceux qui n'en ont pas

Quoi les bonnes manières?

Pourquoi j'f'rais semblant?

Toute façon elle est payée pour le faire

Tu t'prends pour ma mère?

Dans une heure j'reviens, qu'ce soit propre

Qu'on puisse y manger par terre

Trois heures que j'attends, franchement

Il les fabrique ou quoi?

Heureusement qu'c'est que deux verres

Appelle-moi ton responsable

Et fais vite, elle pourrait se finir comme ça ta carrière

Oui, célébrons ceux qui ne célèbrent pas

Encore une fois, j'aimerais lever mon verre à ceux qui n'en ont pas

À ceux qui n'en ont pas

À ceux qui n'en ont pas

Frotter, frotter

Mieux vaut ne pas s'y

Frotter, frotter

Si tu n'me connais pas

Brosser, brosser

Tu pourras toujours te

Brosser, brosser

Si tu ne me respectes pas

Oui, célébrons ceux qui ne célèbrent pas

Encore une fois, j'aimerais lever mon verre à ceux qui n'en ont pas

À ceux qui n'en ont pas

Pilotes d'avion ou infirmières

Chauffeurs de camion, hôtesses de l'air

Boulangers ou marins-pêcheurs

Un verre aux champions des pires horaires

Aux jeunes parents bercés par les pleurs

Aux insomniaques de profession

Et tous ceux qui souffrent de peines de cœur

Qui n'ont pas le cœur aux célébrations

Qui n'ont pas le cœur aux célébrations


do melhor que se pode ouvir

de mansinho ele lá vai levanto a agua ao seu moinho



quarta-feira, 17 de agosto de 2022

segunda-feira, 13 de junho de 2022

...e a arte serve para nos surpreender, não...?

 



Olhares, Lugares - Agnés Varda e JR



Magnifico Documentário!
uma equipa improvável e poderosa

Was betrübst du dich, meine Seele, und bist so unruhig in mir...

Igreja do Carmo, Tavira


UALG - Grande Auditório, Campus de Gambelas

...quando terminam os concertos fico a planar 20 cm acima do chão, dam!

 

quarta-feira, 8 de junho de 2022

terça-feira, 7 de junho de 2022

here we go again...

 

... não desistimos apesar da bicheza nos obrigar, ainda, a tantos constrangimentos.

segunda-feira, 30 de maio de 2022

quinta-feira, 7 de abril de 2022

Luv u

 "Deixou-me com o Amo-te escrito em letra normal no ecrã do telemóvel, sem corações, trevos da sorte, ursinhos com os olhos em formato do coração. Amo-te. Escorraçando os simulacros do amor, deixando que a palavra se impusesse poderosa, uma fisga que me arrancava do desconfortável presente para me arremessar esperançosa num futuro feliz. Quantas vezes me tinham dito, Amo-te? Poucas, dolorosamente poucas. Os rapazes com quem andei antes do Jorge não tinham idade nem sentimento para tal, o Jorge resguardava-se no protegido Luv u, e os outros Jorges do Tinder não serviam para essas coisas. Mas o Duarte dissera Amo-te, a palavra das fotonovelas da mamã, das sopeiras e dos marujos, a palavra que raramente se dizia por ainda ser cedo para se dizer ou já ser tarde, a palavra que soava mal por o amor não ser português ao contrário da saudade, o Duarte escrevera Amo-te e a palavra segurara-nos os corpos com um tracinho, Amo-te, nada havia mais poderoso do que a doce prisão do amor que ao nos atar a outro, outro nos faz, mesmo que seja a fingir. Não sabendo o que responder, e lembrada da escusada sinceridade do Jorge, escrevi, Eu também. O Duarte respondeu-me prontamente, O teu amor está desfasado do meu vinte e seis minutos, não tem mal, acabaremos por acertar-nos."

Dulce Maria Cardoso in Eliete - a vida normal



sexta-feira, 1 de abril de 2022

reggae







mais uma fantástica surpresa da RTP 2.

com pena, já não se conseguem ver os episódios.

para quem pode, vê-se na HBO.

small axe ou Antologia do Pequeno Machado.

realizador de uma sensibilidade rara.

diretor de fotografia atento. focado


banda sonora da Série retirada daqui

domingo, 27 de março de 2022

Nós não precisamos de ser entretidos




excerto da mensagem lida por Pedro Penim, Diretor Artístico do Teatro D. Maria II, no final da peça Madalena

noite viva.
noite partilhada.
noite inesquecível.
viva!



quinta-feira, 24 de março de 2022

Maria Madalena torna-se o verdadeiro corpo dos que partiram.













experimentar até morrer.

este é o meu lema.

esta é a minha vontade.

participação dentro do coro falado.

é um privilégio nestes tempos que nos assombram.

como, sem o saber, se concebe uma Peça de Teatro que se embrenha nos nossos pesados dias de pandemia, guerras e morte.

segunda-feira, 21 de março de 2022

...até onde podemos rir...


 








...eis a questão.

eis um trabalho de grande seriedade, cirúrgico.

mas...

ontem falando com A. que tem uma doença autoimune percebi que quem está neles (tabus) pode não achar grande graça.

o que é interessante neste formato é que o humor é feito exclusivamente com os 4 participantes, nada é generalizado salvaguardando todos aqueles que não consigam rir-se consigo.

é incómodo, a plateia tem muitas vezes um riso amarelo mas os 4 participantes estão rindo consigo próprios.

sexta-feira, 18 de março de 2022

as noites em bruto

 "Não sabia o que me magoava mais, se a afronta de o Jorge se meter com outras, sabendo que eu podia ver, se a humilhação de os nossos amigos comuns poderem assistir àquilo. Parecia que o meu sofrimento nunca mais teria fim, todos os dias havia posts novos, gostos novos, fotografias novas, novas amizades, eu podia reler as conversas, analisar os emojis, os tempos de resposta, procurar os perfis das outras, ver-lhes as fotografias, Olha-me a figura em que se põe esta putéfia, ouvia-me com a voz da mamã e nem isso me parava. Com o tempo, fui-me habituando e deixei de fazer fitas, sempre me habituei facilmente ao que não podia mudar. Mas nunca fiquei imune à felicidade que as putéfias exibiam nos seus perfis, à infinidade de outras vidas que, de repente, se tornavam acessíveis, temia que a nossa, a minha e a do Jorge, uma vida real e não editada, não aguentasse a pressão das vidas virtuais, temia que os corpos não editados das outras vencessem o meu corpo que, tão imperfeitamente real, se deitava todas as noites em bruto ao lado do Jorge".

Dulce Maria Cardoso in Eliete - A vida normal


quinta-feira, 17 de março de 2022

os maridos das outras

 "Que sortuda, a mulher dele, pensei, não tem de ver o marido a beber litros de cerveja enquanto assiste aos jogos, não tem de ouvir-lhes as ridículas imprecações contra o que considera ter sido uma má jogada nem o riso gutural quando lê o que os amigos dizem no Facebook, a achincalharem os clubes rivais, que sortuda, a mulher dele, por não ser testemunha da raiva absurda que o marido gosta de sentir pelos árbitros, que sortuda por não estar casada com o Jorge, que sortuda por não ser eu."

Dulce Maria Cardoso in Eliete - a vida normal




coisa boa, os clubes de leitura, que nos preenchem os dias cheios de poeiras.

terça-feira, 15 de março de 2022

31 de janeiro de... 2022

 em 31 de janeiro de 1891 foi a revolução politica.

em 31 de janeiro de 2022 foi a evolução pessoal.

que inicio de ano este!!!

em janeiro, portanto:

  • terceira dose da vacina covid
  • primeiro contágio da bicheza covid
  • cirurgia para a qual estava inscrita desde 2019
já em março, olhando para trás, fico surpreendida.
mas, como é sabido, é para a frente que se olha!

 




Ha vuelto a pasar
No existe ningún nombre, ni ningún lugar
Solo golondrinas en cajas de cartón

Ha vuelto a suceder
Recogemos nuestras tripas otra vez
El viento sopla y ya empuja la corriente
Es hora de despertar o dormir para siempre

Podría pasar
Perderlo todo, volver a empezar
Y no estaría mal

Ha vuelto a pasar
Todos los caminos llevan al mismo lugar
Las mismas puertas cambiando de color

Ha vuelto a suceder
No existe ningún antes, ni ningún después
Solo pájaros que pierden el control
Es hora de navegar en otra dirección

Podría pasar
Perderlo todo, volver a empezar
Y no estaría mal

Podría pasar
Perderlo todo, volver a empezar
Y no estaría mal

Podría pasar
Perderlo todo, volver a empezar
Y no estaría mal


sábado, 1 de janeiro de 2022

2022...

...é.
com 3 patinhos se escreve o ano de 2022.
com algarismos tão redondos e doces serão reconfortantes estes novos 365 períodos de 24 horas...?
para arquivar os últimos 365 dias guardo aqui esta vacina contra a amargura:








segunda-feira, 20 de dezembro de 2021

conversa com estranhos...

...permite manter a sanidade mental.
quem vive com uma gata por opção (?), como faz para exercitar a linguagem e os neurónios?
se até para refletir sobre o programa de rádio, se escreve em blog's.





dizemos amo-te a gozar


é verdade.
porque somos tão comedidos (cobardes...?)?
dizer "amo-te" é realmente mais agressivo que dizer "te amo".

segunda-feira, 22 de novembro de 2021

o tempo da minha avó era o tempo em que ela viveu, até ao fim


se houve tempos em que a bumba na fofinha não fazia a minha praia porque é que a Mariana Cabral já faz?
não sei explicar... mas a menina cresceu, faz perguntas interessantes...
será que se tornou no feminino do Daniel Oliveira...?
os entrevistados ficam completamente nus, as palavras saem das suas bocas tal cataratas do Niágara.
interessante, deveras.

sexta-feira, 19 de novembro de 2021

domingo, 7 de novembro de 2021

...sweet sixty...?

os balanços que os findar de anos permitem são facilmente apanhados nos blogues.

ajuda muito a perceber o que se passou em 365 dias contínuos.

estes dois últimos grupos de 365 dias posicionaram-me no efémero.

esquece lá a planificação.

esquece lá o pressuposto.

...findados que estão os 60, amanhã vou viver como se o mundo acabasse hoje...?














quinta-feira, 4 de novembro de 2021

...dos doces anos de 1980

 apesar de terem sido os anos em que vivi a juventude (19-26 anos) e de me ter sido possível viver muito mais livre do que a geração da minha mãe, reconheço que ainda foi uma dureza na paisagem que existia fora de Lisboa.

lembro-me, por exemplo, de estar a estudar em um café dessa paisagem, com o meu namorado e assim que demos uma beijoca inocente, fomos postos na rua pelo patrão que dizia que não admitia poucas vergonhas no seu estabelecimento comercial.

nesta excelente série, é toda esta paisagem, que é mostrada( acho que nem da missa, a metade...)

nunca achei graça nenhuma à dita girl's band, mas que foram umas heroínas, lá isso foram.


sexta-feira, 29 de outubro de 2021

ainda há quem não se ponha em bicos de pés

 


o Serviço Público é isto.
quem sabe qual é o seu lugar e a diferença que pode fazer.
quem os tem no sítio.
quem se irrita com a pequenez.

nunca gastei tempo a ouvir o que o PAN tem para dizer.
agora tem a minha total atenção.
agora que PESSOAS se revelou tão importante como ANIMAIS e NATUREZA.

o Ricardo toca-nos na consciência.

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

sexta-feira, 10 de setembro de 2021

fuga

Cópia romana em mármore (torso e coxas) com a cabeça, braços, pernas e apoio de roupagem restauradas no Louvre, por Praxíteles.

 

Fevereiro
9

MÁRMORE QUE RESPIRA

Afrodite foi a primeira mulher nua na história da escultura grega.
Praxíteles esculpiu-a com a túnica caída aos seus pés, e a cidade de Cós exigiu que ele a vestisse. Mas outra cidade, Cnido, deu-lhe as boas-vindas e ofereceu-lhe um templo; e em Cnido viveu a mais mulher das deusas, a mais deusa das mulheres.
Embora estivesse entre paredes e muito bem vigiada, os guardas não conseguiam evitar a invasão dos que estavam loucos por ela.
Num dia como o de hoje, farta de tanto assédio, Afrodite fugiu.

Eduardo Galeano in Os Filhos dos Dias

terça-feira, 17 de agosto de 2021

talking heads

"Hesitar sempre foi um projecto de vida para alguns. Ser capaz de continuar a hesitar até ao fim, eis o difícil. Por vezes, um homem chega ao meio da vida e desata a correr como se soubesse para onde vai. Outros não o fazem, e a sabedoria é isto: no momento da partida excitante e rápida pára-se para apertar os atacadores. Hesita-se por falta de equipamento para a decisão. Não estou equipado para a prática desportiva da decisão. Eis, pois, que digo simpaticamente: ganhe você, por favor. O que de certa maneira é isto: eu não tenho tempo para ganhar, estou tão ocupado a hesitar que fico aqui, em redor do nada, de modo a ter uma referencia negativa. Quando vir qualquer coisa que me excite devo virar-lhe as costas; quando me estiver a entediar, é aí que eu fico."

Gonçalo M. Tavares in Matteo perdeu o emprego



sexta-feira, 13 de agosto de 2021

sexta feira, 13

 









faz este mês 2 anos que eles se tomaram de amores musicais
privilégio de alguns bafejados pela sorte de estar no local certo, na hora exata.
dois anos depois celebram esse amor, em uma noite fantástica: o escuro da noite foi substituído pelas luzes da Praça, o silêncio do vento foi substituído pelos sinos da Sé e pelos aviões a rasar o aeroporto.  já eu mantive um sorriso cúmplice com os tocadores, pensando com os meus botões: coisamailinda!

sexta-feira, 30 de julho de 2021

mulheres do século XX

 










seremos, as mulheres do século XXI, muito diferentes das do século XX...?

as Dorothea Fields ( Annette Benning) do século XX, serão muito diferentes das do século XXI...?

que guião e interpretações fabulosos!